© 2037 by Causa Vegana

CONTATO

Dúvidas, elogios, críticas, contribuições, anúncios:

causavegana.com

Acessar página inicial

O Vancouver Aquarium finalmente se rende aos ativistas e encerra o cativeiro de baleias e golfinhos!

February 27, 2018

 

Notícias fantásticas para baleias e golfinhos! O Vancouver Aquarium não irá mais manter baleias, golfinhos e toninhas em cativeiro após anos de pressão de ativistas de direitos dos animais e do conselho dos parques da cidade.

 

Na primavera de 2017, o Vancouver Park Board votou por unanimidade para proibir o cativeiro de baleias no Vancouver Aquarium, em um esforço para evitar que o aquário trouxesse baleias e golfinhos novos. De acordo com a CBC, o CEO do aquário, John Nightingale, disse na época em que ele “lutaria até o fim” da proibição, mas devido à mudança na opinião pública, ele está desistindo!

 

“Você também precisa ser realista, e chegou ao ponto em que o debate na comunidade, com os advogados, com os políticos… está debilitando nosso trabalho em nossa missão”, disse Nightingale.

Com mortes suspeitas de seus residentes marinhos e atividades questionáveis deixando os amantes dos animais indignados (como um programa onde você pode nadar com belugas cativas), este importante passo do Vancouver Aquarium não chegou cedo demais. Em 2015, a Dra. Ingrid Visser, fundadora e cientista principal da Orca Research Trust, observou uma baleia jovem no Vancouver Aquarium, conhecida como Chester, com feridas atribuídas à automutilação. Além disso, a morte de Qila, a primeira beluga nascida em cativeiro, e a morte de sua mãe, Aurora, levantou muitas dúvidas, e o número de visitantes do aquário caiu.

 

“Eu acho que está claro que manter os animais em cativeiro perdeu o apoio do público e esperamos que a tendência continue e que o cativeiro de animais acabe se tornando uma coisa do passado”, disse Peter Fricker, da Vancouver Humane Society.

 

Baleias e golfinhos forçados ao cativeiro passam suas vidas anormalmente curtas em condições muito afastadas de seu ambiente natural, estão seriamente estressados e ansiosos e são vítimas de diversas doenças exclusivas de animais cativos. Eles começam com automutilação, tornam-se agressivos e mostram sinais de zoochosis. Eles são alimentados com medicamentos e até com drogas psicoativas. Suas vidas giram em torno de ser um entretenimento, enquanto eles estão doentes, desesperadamente infelizes, entediados e mentalmente debilitados. Muitos parques e aquários marinhos afirmam que suas instalações oferecem experiências educacionais enriquecedoras para as pessoas, mas isso realmente vale a liberdade de um animal selvagem?

 

Esta vitória do Vancouver Aquarium é um grande passo na luta contra o cativeiro de mamíferos marinhos, e, com esperança, inspirará outras áreas a seguirem o exemplo (estamos olhando para você, SeaWorld). Já era tempo de tratarmos os animais marinhos com respeito e permitir que levem suas vidas em paz, na natureza!

 

Por Michelle Nef / Tradução de Ana Carolina Figueiredo (OlharAnimal)

Fonte: One Green Planet

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

POSTS RECENTES
Please reload

Vegana

Causa

.com